A 2 de fevereiro de 2018 decorreu no Instituto Politécnico de Portalegre a primeira reunião de trabalho no âmbito da 15ª edição do Poliempreende, cuja coordenação nacional compete ao IPP, através do seu Gabinete de Empreendedorismo e Emprego.

O Poliempreende é uma iniciativa da rede de instituições de ensino superior politécnicas, surgida em 2003, com o objetivo é fomentar uma cultura empreendedora e que favoreça o desenvolvimento de competências dos estudantes, estimulando o empreendedorismo e proporcionando saídas profissionais através da criação do próprio emprego.

Envolvendo um vasto conjunto de ações de sensibilização e formação, que culmina com a realização de 20 concursos regionais e um concurso nacional, com um montante global de prémios que ultrapassa os 100 mil euros, tem a honra de contar com o Comendador Rui Nabeiro como patrono da iniciativa.

Na reunião, após a abertura efetuada pelo Presidente do IPP, Albano Siva, dirigida pelo coordenador nacional, o Pró-Presidente para o Empreendedorismo e Emprego do IPP, Artur Romão, participaram os responsáveis institucionais do programa, que engloba todos os Institutos Politécnicos públicos do país, e ainda a Escola Superior de Enfermagem de Coimbra, a Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril, a Escola Superior Náutica Infante D. Henrique e as Escolas Politécnicas das Universidades de Aveiro e do Algarve. Compareceram ainda alguns convidados, entre os quais Joaquim Mourato, antigo Presidente do IPP e do CCISP, nomeado pela coordenação cessante, a cargo do IPBragança, como “Embaixador do Poliempreende”, em função dos contributos prestados ao concurso.

Neste encontro foi realizado um balanço sobre a 14ª edição e foram aprovados os planos para o desenvolvimento da 15ª edição, a qual terá a sua conclusão com a realização do Concurso Nacional e da Semana do Empreendedorismo, de 10 a 14 de setembro de 2018 em Portalegre.

Paralelamente decorreu uma reunião de acompanhamento do Projeto PIN – Polientrepreneurship Innovation Network, do qual são promotores os politécnicos do Norte, Centro e Alentejo.