MOINHO DE BIOMASSA
O moinho é um equipamento auxiliar para a produção de pellets. A biomassa é introduzida através de uma tremonha na câmara de esmagamento, e aí é moída pela alta velocidade da rotação de martelos. Esta unidade realiza o esmagamento e moagem de biomassa até diâmetros inferiores a 3mm, e tem uma capacidade de processamento de cerca 1000 kg/h.

moinho-de-biomassa

SECADOR ROTATIVO DE BIOMASSA
O secador de biomassa consiste basicamente em um tambor rotativo onde são introduzidos, calor através de uma caldeira a pellets e biomassa para secar. Este secador serve como fase preliminar à produção de pellets, e tem uma capacidade de secagem de biomassa de até 300 kg/h.

secador-de-biomassa

PELETIZADORA
A unidade de peletização permite comprimir a biomassa moída e transformá-la em pellets, pequenos cilindros de 6mm de alto valor energético e baixo teor em humidade. Esta unidade de peletização permite produção de até 50 kg/h de pellets.

peletizadora

UNIDADE DE GASEIFICAÇÃO E PRODUÇÃO DE ENERGIA
A Power Pallet 20 (produção de até 20kW) é uma unidade de produção de electricidade, através da gaseificação térmica de estilha de biomassa. Esta unidade possui a capacidade de produção de 15 kW de energia eléctrica, com um consumo de cerca de 20 kg de biomassa hora.

unidade-producao-energia-gaseificacao

CALDEIRA DE BIOMASSA
A Caldeira permite o aquecimento de águas sanitárias através da queima de biomassa. É constituído pelo queimador e depósito de água e por um silo à parte onde se coloca a biomassa (normalmente pellets). O equipamento permite a programação de uma temperatura de água sanitária e vai realizar o consumo de pellets conforme a temperatura desejada. A potência debitada encontra-se entre os 20 e 30 kw.

caldeira biomassa

BIODIGESTOR ANAERÓBIO
O Biodigestor é um sistema simples que produz biogás através da natural decomposição anaeróbia (ausência de oxigénio) de material orgânico. Uma vez que tenha tido a “cultura iniciadora”  permite o estabelecimento das bactérias Metanogenéticas, geralmente várias semanas após o carregamento inicial com matéria orgânica e, pode ser alimentado diariamente em regime de co-digestão com múltiplos resíduos orgânicos.

digestor anaerobio

REACTOR CPC
A unidade de CPC (“Compound Parabolic Concentrator”)  é um reactor de  descontaminação fotocatalítica. Esta unidade apresenta elevada performance para tratamento de efluentes aquosos, empregando o processo de fotocatálise, ou seja, aproveitamento de radiação solar e um catalisador (normalmente dióxido de titânio). Permitindo a reciclagem da água, através da inviabilização da carga poluente, empregando Processos Oxidativos Avançados.

unidade-CPC