“ListEcon APP” é o projeto vencedor do concurso regional do Poliempreende e irá representar o Politécnico de Portalegre no concurso nacional, a realizar na semana de 9 a 13 de setembro de 2019, em Tomar.

As apresentações decorreram no dia 8 de julho nas instalações da Escola Superior Agrária de Elvas e tiveram a duração de 10 minutos, seguindo-se período de discussão do projeto.

A avaliação esteve a cargo do júri presidido por Albano Silva, Presidente do Politécnico de Portalegre e onde estiveram ainda Luís Barradas, representante da Caixa Geral de Depósitos; Rui Perestrelo pelo Núcleo Empresarial da Região de Portalegre – Associação Empresarial; Georgina Ferreira da Silva, em representação do Instituto do Emprego e Formação Profissional; Manuel Belo pela Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo e Artur Romão pelo Gabinete do Empreendedorismo e Emprego do Politécnico de Portalegre, unidade organizadora do concurso.

Após apresentação e discussão dos projetos a concurso, o júri utilizou grelhas de avaliação tendo por base uma grande variedade de parâmetros, que incluem o grau de inovação de negócio, plano de marketing, plano financeiro, exequibilidade, impacto socioeconómico e competências da equipa. Classificação final:

1º classificado – “ListEcon” de Filipe Calha, Diplomado em Engenharia Informática pela Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG), Marco Mestre, Diplomado em Engenharia Informática na ESTG, Gabriel Sales, aluno de Administração de Publicidade e Marketing na ESTG, Bruno Lopes, aluno de CTESP de Desenvolvimento para Web e dispositivos móveis na ESTG e Victória Carvalho, aluna de Gestão de empresas na ESTG e Célsio Gil, aluno de CTESP de Desenvolvimento para Web e dispositivos móveis na ESTG;

2º classificado – “HorseCare” de Ana Rita Marinho, Andreia Santos, Beatriz Casaca e Inês seco, alunas de Enfermagem Veterinária da Escola Superior Agrária de Elvas;

3º classificado – “Sentinel” de Marcelo Catalão, aluno da Escola Superior Agrária de Elvas.

Os restantes projetos ficaram em 4º lugar.

De acordo com o regulamento do concurso regional, o projeto vencedor é premiado com 2.000€, o 2º classificado recebe 1.500€ e serão entregues 1.000€ ao projeto que ficou em 3º lugar. Além dos prémios monetários, os 3 primeiros classificados recebem ainda 3 meses de incubação gratuita na BioBIP.

O Poliempreende é uma atividade da rede de instituições de ensino superior (Institutos Politécnicos, escolas superiores não integradas e escolas politécnicas das universidades), que surgiu em 2003.

Esta é uma iniciativa que visa, através de um concurso de ideias e de planos de negócios, avaliar e premiar projetos desenvolvidos e apresentados por alunos, diplomados ou docentes destas instituições, ou outras pessoas, desde que integrem equipas constituídas por estudantes e/ou diplomados.

O objetivo é fomentar uma cultura empreendedora e que impulsione o desenvolvimento de competências por parte dos estudantes, estimulando o empreendedorismo e proporcionando saídas profissionais através da criação do próprio emprego.