Decorreu no passado dia 22 de março na ANJE, delegação de Évora, a primeira chamada para projetos inovadores para o Alentejo. Concorreram à primeira Call for Alentejo 23 projetos. Estes projetos propuseram as suas ideias às diferentes incubadoras da rede MOOVE – Rede de Incubadoras do Alentejo, constituída pelas seguintes instituições Politécnico de Beja, ANJE, NERE, ADRAL, PCTA e BioBIP – Politécnico de Portalegre .

Dos 23 projetos a concurso, 9 (39%) mostraram interesse em fazer incubação na BioBIP, com os projetos: 2Gther, ECOnstrução, MyAgency, Books.I, Mercado Português, GestServ, GreenFin, Trad.com e Tule.

O júri do concurso, no qual o IPP esteve representado por Miguel Serafim, validou todos os projetos, recebendo estes a possibilidade de incubação gratuita em cowork durante um ano, os 5 primeiros classificados receberão uma bolsa de 750€ por mês durante 3 meses, como incentivo ao desenvolvimento dos seus projetos.

Os novos projetos incubados na BioBIP são os seguintes:

2Gther – Pretende lançar uma aplicação móvel que permitirá que o utilizador, quando procura fazer uma atividade para a qual não tem companhia, consiga combinar essa atividade com pessoas interessadas em fazê-la no mesmo momento, pessoas essas que de outra forma não conheceria.

ECOnstrução – O projeto ‘ECOnstrução’ baseia-se na exploração da vertente ecológica da construção, com grande ênfase para as medidas de melhoria na reabilitação energética dos edifícios existentes e também na criação de novos subprodutos resultantes de desperdícios existentes na região do Alto Alentejo, nomeadamente a lã de ovelha.

MyAgency – A MyAgency atua no domínio da Comunicação Estratégica e Consultoria. O core business é a prestação de serviços de assessoria de comunicação, numa abordagem direcionada para a construção do relacionamento junto à imprensa e com o objetivo de tornar a organização e os seus produtos/serviços reconhecidos no mercado.

BOOKS.I – A BOOKS.i é uma empresa que pretende comercializar ebooks em espaços físicos, através de um sistema de códigos em cartão onde serão privilegiadas, como principal canal de distribuição, as livrarias tradicionais independentes.

Mercado Português – O Mercado Português é um projeto para a criação de uma loja online exclusivamente de produtos portugueses. Através de um levantamento efetuado de norte a sul do país, é possível descobrir produtos regionais, desde os mais clássicos e intemporais às mais recentes criações e aos produtos artesanais.

GreenFin – O GreenFin é um produto de produção e manutenção de ervas aromáticas e outros vegetais para consumo doméstico. O GreenFin tem por base um sistema de aquaponia que integra duas componentes o meio de aquacultura, a forma de aquário com peixes, fornecedor de nutrientes essenciais, e o meio hidropónico, como cama de cultura vegetativa.